quinta-feira, 26 de julho de 2018

Membro da Equipe do Sentidos Urbanos realiza palestra no IFMG



Na última terça-feira  (24) o integrante da equipe do Programa Sentidos Urbanos, Arthur Medrado participou de uma atividade com estudantes das disciplinas Teoria do Restauro, Regulação urbana e proteção do patrimônio e Vivências cotidianas em cidades patrimônio ministrada pela professora Maria Cristina Rocha Simão no IFMG, Campus Ouro Preto. 

Na ocasião, o jornalista e mestre em educação conferiu a palestra "Referências culturais e contemporaneidade: sujeitos, cidades e imagens". Abordando principalmente a educação patrimonial, o patrimônio imaterial e o papel das mídias nesse contexto. 

Dados e experiências que acontecem na atuação do Programa Sentidos Urbanos foram compartilhados com a turma, que participou ao final construindo um momento importante de debate e reflexão sobre essas questões em Ouro Preto. 

Em breve teremos mais parcerias com IFMG. Aguardem! 






segunda-feira, 23 de julho de 2018

Equipe Sentidos Urbanos participa de oficina do Fotógrafos em Ouro Preto

A equipe do programa "Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania" participou de uma oficina dentro da programação do Fotógrafos em Ouro Preto - A cidade da Serra. 
Com o intuito de agregar conhecimentos acerca da fotografia, algo relacionado às práticas de algumas ações do programa, a equipe frequentou as oficinas "Fotografia Digital - Liberdade e Identidade", com Nilo Biazetto; e "Fotografia Digital", com  Léo Drummond, da Nitro, de Belo Horizonte.

               

Estudantes de Ponte Nova fazem Roteiro Sensorial


Na manhã do última sábado, 21 de julho, os alunos do oitavo ano da Escola Estadual Carlos Trivellato - Ponte Nova, acompanhados de seus professores, participaram de dois dos nossos tradicionais roteiros sensoriais. Os 50 participantes foram divididos em dois grupos e fizeram os roteiros no bairro do Rosário (Becos ida e Becos Volta). 

O roteiro sensorial é uma metodologia desenvolvida pelo professor Juca Villaschi, que tem como proposta fruir a cidade com diversos sentidos, através de dispositivos, que provocam novas percepções da cidade.

Confira alguns registros da ação e continue ligado no blog para saber mais novidades do Programa Sentidos Urbanos!
 



quinta-feira, 19 de julho de 2018

Olhares (Im)possíveis: Ação no Polivante continua após as férias


Como você pôde conferir no nosso blog: http://programasentidosurbanos.blogspot.com/2018/07/oficina-olhares-impossiveis-inicia-sua.html, a oficina Olhares (Im)possíveis esteve na Escola Estadual de Ouro Preto: Polivante nos dias três, quatro e cinco de julho. Os alunos puderam nesses encontros fazer seus mapas afetivos, conhecer um pouco da história da fotografia e realizar os registros fotográficos, que servirão para ilustrar seus cartões postais. Entretanto, devido as férias dos estudantes, foi necessário interromper a atividade, que terá sua continuidade quando as aulas voltarem. Fique ligado no blog e nas nossas redes sociais para conferir o retorno desta ação no Polivante.








terça-feira, 17 de julho de 2018

Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana 2018: Oficina "Cidade, memória, afeto e afetações."

Neste ano, a Curadoria do Patrimônio ofereceu, dentro da programação do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana, a oficina: "Cidade, memória, afeto e afetações"  ministrada por José Márcio de Barros e Débora de Viveiros Pereira.
Foram quatro dias de atividades, ocorridas de 7 a 10 de julho, que buscaram explorar o sentimento afetuoso e afetado de ser e estar em Ouro Preto. Dentro de uma metodologia por meio de registros auditivos e fotográficos, que contou com a participação da população local e suas impressões sobre o espaço, foi feito o questionamento: "O que te afeta na cidade?". Assim, buscando revelar o afeto e a afetação que a cidade desperta em seus moradores. Como resultado, os participantes construíram como produto da oficina um Mapa Afetivo da cidade de Ouro Preto, a partir das impressões coletadas, que em breve se encontrará disponível para o acesso em rede.




quinta-feira, 12 de julho de 2018

Seminário "80 anos de Ouro Preto Patrimônio Nacional" é destaque na programação do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana

O Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana está a todo vapor! Aconteceu nos dias 10 e 11 de julho, dentro da programação do Fórum das Artes, o Seminário "80 anos de Ouro Preto Patrimônio Nacional: desafios e perspectivas". Neste ano, que tem como marco os 80 anos do tombamento da cidade, realizou-se mesas que propunham um debate acerca do tema. No primeiro dia, 10, ocorreu duas mesas: "Ouro Preto: 80 anos de tombamento, o papel da união, do estado e do município na preservação", com a participação  de George Alex da Guia,  Zaqueu Astoni, e Maria Cristina Cairo, que também foi mediadora dessa mesa; "A municipalidade e o desafio da inserção da preservação no desenvolvimento regional", com os palestrantes Débora da Costa Queiroz, Efraim Leopoldo Rocha, Maria Cristina Rocha Simão, com mediação de Sandra Maria Antunes Nogueira; e "Museu e a consolidação do destino turístico da cidade - discutir a atuação de museus na cidade, como agente de preservação, de difusão e de fomento à atividade turística", com Deise Cavalcante Lustosa, Márcia Arcuri, Ingrid da Silva Borges, com mediação de Célia Maria Corsino.


No segundo dia do evento, 11, as mesas tiveram como temas principais questões relacionadas  a salvaguarda do patrimônio imaterial e da cultura popular nas cidades contemporâneas. A primeira mesa "Políticas públicas de salvaguarda do patrimônio imaterial e suas intersecções com a cidade-IPHAN", contou com a presença de Hermano Fabrício O. Guanais e Queiroz; a mesa teve como subtema "O lugar como "intangível" na paisagem cultural", teve a palestra de Natália Brayner, e medicação de Maria Cecília Londres Fonseca. A segunda mesa do dia "Cultura Popular e patrimônio nas cidades contemporâneas - Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular (CNFCP), com Maria Elisabete Costa; e as submesas "Caso Pelotas - processo de registro das tradições doceira na região de Pelotas e antiga Pelotas", com Beatriz Muniz Freire; e "A política de patrimônio imaterial do município de Ouro Preto", com João Paulo Martins; a mediação foi de Cláudia Baeta Leal.


O Seminário foi sucesso de público, coroando mais uma ação da curadoria do Patrimônio dentro do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana.

terça-feira, 3 de julho de 2018

Alunos de Museologia da UFOP fazem roteiro sensorial

As ações do Programa Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania continuam a todo vapor!

Na noite da última segunda-feira, dois de julho, os alunos da disciplina "Documentação fotográfica e Preservação Digital", e a professora, Gabriela de Lima Gomes, participaram de um de nossos tradicionais roteiros sensoriais. Os estudantes fizeram o roteiro que abrange da praça Tiradentes até o bairro Antônio Dias.

O roteiro sensorial é uma metodologia desenvolvida pelo professor Juca Villaschi, que tem como proposta fruir a cidade com diversos sentidos, através de dispositivos, que provocam novas percepções da cidade.

Confira nossa galeria de imagens e continue ligado no blog para saber mais novidades do Programa Sentidos Urbanos!






Curta e compartilhe!

Oficina Olhares (Im)Possíveis inicia a sua atividade na E.E. de Ouro Preto

A equipe do Programa Sentidos Urbanos iniciou nessa terça feira (03/07) as atividades da Oficina Olhares (Im)Possíveis em 2018, na E.E de Ouro Preto (Polivalente).
Para esse primeiro encontro foi proposta a criação de um mapa afetivo. No papel os alunos descreveriam o seu caminho de casa para a escola, destacando o que mais lhes chamava atenção. Essa cartografia servirá como base para os próximos 8 encontros, nos quais serão propostas jogos, reflexões, atividades com fotografia e a elaboração de um produto audiovisual.

Você conhece a Olhares (Im)Possíveis? O objetivo principal da ação é exercitar o olhar dos discentes, escutando suas histórias  sobre às experiências e relações afetivas dentro dos espaços da cidade, utilizando como dispositivo principal a produção audiovisual. Confira outras postagens sobre a olhares na abala lateral do blog e na nossa página no facebook!