quinta-feira, 28 de junho de 2018

Ações do Sentidos Urbanos são destaque em eventos de educação

As ações desenvolvidas pelo Programa Sentidos Urbanos: Patrimônio e cidadania foram destaques dentro de dois eventos que tinham como temática a educação patrimonial e da ligação entre o audiovisual e a escola. 


                               
                                                                          Foto: Arthur Medrado/ Programa Sentidos Urbanos

No dia 18 de maio aconteceu, na cidade de Ouro Preto, o I Fórum Municipal de Educação e Patrimônio de Ouro Preto. Na ocasião foram reunidos diversos profissionais e agentes comunitários que possuem projetos relacionados à educação patrimonial. Entre eles a coordenadora do Programa Sentidos Urbanos: Patrimônio e Cidadania, Simone Fernandes, que integrou a mesa “Ações de Educação e Patrimônio em Ouro Preto”, ao lado de Sandra Fosque, da Fundação de Arte de Ouro Preto, e de Romilda Mesquita, do Sistema Municipal de Museus; com mediação de Cristina Cairo. Na ocasião, Simone Fernandes apresentou as ações do Programa Sentidos Urbanos, destacando os trabalhos realizados com as Escolas Municipais da cidade de Ouro Preto.

                           
                                                                                 Foto: Beto Staino /Universo Producao

No dia 18 de junho, dentro da programação da CINEOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto, ocorreu o Seminário Encontro da Educação (Encontro da Rede Kino), com a apresentação de projetos audiovisuais educativos comunitários selecionados com foco no diálogo escolas: Memórias do Futuro. Dentro dos projetos contemplados, encontra-se a oficina Olhares (Im)Possíveis que foi desenvolvida pelo jornalista Arthur Medrado, como parte do seu mestrado em educação na UFOP, em parceria com o Programa Sentidos Urbanos; a oficina promove um diálogo entre a educação patrimonial e a linguagem audiovisual, com foco em jovens e crianças das periferias de Ouro Preto. Além de explicar a metodologia da oficina, foi exibido um dos “filmes-carta”, desenvolvido durante a ação.

Acompanha todas as nossas atividades aqui e no blog e na nossa página no Facebook. 

terça-feira, 26 de junho de 2018

Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana 2018: Seminário e Oficinas marcam as atividades da Casa do Patrimônio

Aniversário de 80 anos do tombamento de Ouro Preto é tema de Seminário no Festival de Inverno 2018

Em 1938, a cidade de Ouro Preto foi reconhecida como Patrimônio Nacional. Passados se 80 anos, chegou a hora de promover um debate acerca do tema. Para tanto, nos dias 10 e 11 julho será realizado o seminário “80 anos de Ouro Preto Patrimônio Nacional: desafios e perspectivas”, que integra a programação do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana 2018. Além das discussões que giram em torno do tombamento da cidade, as palestras também abordarão a dimensão do Patrimônio Cultural, e o processo de patrimonialização da cidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul.
As inscrições para o Seminário são gratuitas. E podem ser feitas através do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScM68GjXOY6ebh2DjhXlNHAZy3Tx1SXllXhK0nJYSyb3OobfQ/viewform



Oficinas dialogam com a Cidade

Neste ano, a Curadoria do Patrimônio oferece duas oficinas dentro da programação do Festival: Cidade, memória, afeto e afetações, ministrada por José Márcio de Barros e Débora de Viveiros Pereira, e Nas veias de Ouro Preto, ministrada por Lucas Gontijo de Godoy, André Castanheira Maia e Marcello Baia Nicolato. As inscrições para as oficinas tem a taxa de 10 reais. Para mais informações e inscrições acesse o link: http://festivaldeinverno.feop.com.br/oficinas/agenda/1


terça-feira, 19 de junho de 2018

Roteiros Sensoriais com alunos do primeiro período de Turismo

O programa Sentidos Urbanos: Patrimônio e Cidadania está em plena atividade! Na manhã da última sexta-feira, 15 de junho, realizamos dois de nossos tradicionais roteiros sensoriais. Os alunos da disciplina "Percepção e Interpretação do Patrimônio Ambiental Urbano", juntamente com a professora Raíssa de Keller e Costa,  foram divididos em duas turmas, para poderem fruir melhor os itinerários escolhidos: o Becos Ida e o Becos Volta. Confira as imagens dos roteiros em nossa galeria: