terça-feira, 5 de outubro de 2010

Construindo roteiros no Morro Santana

Construir novos caminhos sobre aqueles que há muito pisam nossos pés. (Re)Significar os espaços que compõem nossas histórias. Olhar para nós, para os outros e para o mundo que nos rodeia com “olhos de ver”. Esses entre tantos outros foram os objetivos da oficina de roteiros sensoriais que aconteceu na escola Juventina Drumond, no Morro de Santana na cidade de Ouro Preto.

A oficina, iniciada em junho, foi encerrada no dia 17 de setembro. Uma rica experiência que envolveu alunos e professores, resultado de uma ação da Casa do Patrimônio que desenvolve o projeto “Sou do Morro eu também sou Patrimônio” do programa Sentidos Urbanos.

Um tempo enriquecido pelo entusiasmo do grupo e de pessoas como Evelina Grumberg, Juca Vilaschi, Simone Fernandes, Cláudia Ferraz e monitores do programa.

Chegar ao fim deste processo é observar que os caminhos não mudaram; os pés continuam os mesmos; as capelas, bicas, bares, permanecem erguidos. O que mudou foi o olhar, foi o jeito de se re-conhecer em tudo isso, e poder dizer: “Sou do Morro, eu também sou patrimônio”.

Texto: Lidiane Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget