quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Olhares (im)possíveis avança com os estudantes da Barra


A Olhares (im)possíveis que está sendo realizada com os estudantes da Escola Municipal João Castilho Barbosa está caminhando para a reta final. No último encontro que aconteceu no dia 23 de Agosto, a turma assistiu aos produtos da atividade "Minuto Lumière" - gravar um plano de minuto com a câmera fixa.  A ocasião permitiu explorar mais as relações entre som e imagem, e a turma pôde testar os vídeos construídos com outras trilhas, para perceber a relação delas com o ritmo do vídeo 
Os resultados geraram muitas reflexões sobre a cidade e as expressões da sociedade que a constrói. Do debate saíram os encaminhamentos para a construção do produto final da oficina, que será melhor definido e construído nos próximos encontros. Continue acompanhando! 

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Roteiro Sensorial com estudantes de Amarantina


O Roteiro Sensorial é uma das ações do programa Sentido Urbanos mais procuradas. Com metodologia desenvolvida pelo professor Juca Villaschi, o roteiro pretende enfatizar a percepção sensorial da cidade, provocando os sentidos dos participantes com o auxílio de diversos dispositivos. No dia 22 de Agosto foi a vez dos estudantes da Escola Estadual do Ensino Médio - de  Amarantina, distrito de Ouro Preto -  participarem da experiência. O roteiro "Praça Tiradentes - Antônio Dias" permitiu que muitos dos participantes observassem a cidade mais detalhadamente e observassem  aspectos em sua composição que antes não tinham notado. Alguns visitaram lugares da cidade pela primeira vez e as reações foram registradas com a dinâmica final, que visa resumir a experiência em uma palavra. No resultado apareceram palavras como "Frio, história e patrimônio". 
Durante o percurso o professor Alexandre, que já havia experimentado o roteiro sensorial, trouxe várias contribuições de aspectos históricos, o que provocou os jovens a experimentarem com engajamento. Confira algumas fotos da experiência e procure nosso programa para conhecer melhor esta e outras ações desenvolvidas. Mais informações você pode encontrar aqui no blog ou na nossa página no facebook


terça-feira, 22 de agosto de 2017

Oficina Olhares (im)possíveis realiza mais uma etapa na Escola Municipal Adhalmir Maia

A equipe do Programa Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania retornou a Escola Municipal Professor Adhalmir dos Santos Maia na manhã de terça-feira, dia 22 de agosto, para dar continuidade a atividade realizada na semana interior. 
No primeiro encontro, os alunos fizeram uma espécie de mapa, onde puderam escrever os seus sonhos para a cidade de Ouro Preto, para o bairro onde vivem, o Pocinho, e para eles mesmos. Tendo como ponto de partida este mapa, os alunos foram convidados a escolherem um sonho e fazer uma colagem, onde pudessem fazer uma representação destes sonhos. 
A próxima atividade na escola acontecerá na próxima terça-feira, dia 29, onde daremos continuidade a esta atividade. Fique ligado no blog e fique por dentro dessa ação!






sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Segunda etapa de "Poéticas e Moradas" acontece na E. M. Dom Velloso



A equipe do programa Sentidos Urbanos: Patrimônio e cidadania retornou à Escola Municipal Dom Velloso na quinta e sexta-feira, dias 17 e 18 de agosto. Nestes dias, as turmas A e B, do integral da escola, participaram da segunda etapa da oficina. Os estudantes fizeram diversos jogos teatrais, que trabalharam com os objetos, que os afetam, além de brincadeiras que trabalham a noção de equipe. Na prática, utilizamos o espaço do pátio da Escola, onde os alunos puderam fazer atividades voltadas para o desenvolvimento corporal dentro do espaço. Depois, fomos para a sala de aula, onde as crianças fizeram jogos que despertassem a criatividade deles. A próxima atividade que realizaremos na escola acontecerá na próxima sexta-feira, dia 25 de agosto. Neste dia, ambas as turmas serão convidadas para um passeio teatral pela Casa da Baronesa. Acompanhe no blog as próximas novidades desta ação! 




quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Roteiro Sensorial realizado com estudantes da Faop


Os estudantes da Fundação de Artes de Ouro Preto (FAOP) participaram do Roteiro Sensorial no dia 16 de agosto. O trajeto escolhido foi pelos becos do bairro Rosário, e o roteiro foi desenvolvido com a participação dos meninos e meninas que puderam experimentar outras possibilidades de percepção da cidade, explorando os sentidos do corpo para observar detalhes que são ignorados e refletir sobre as outras possibilidades de moradias em Ouro Preto. Cheiros, sons e texturas da cidade foram sentidas pela turma de adolescentes que, ao final do roteiro compartilharam suas experiências. A atividade marca o início de uma parceria que se cumprirá ainda este ano, com outras atividades mediadas pela equipe do Sentidos Urbanos sendo desenvolvidas com a turma. Fique ligado para acompanhar. E para agendar um roteiro, entre em contato com a equipe do Sentidos Urbanos pela nossa página no facebook ou pelo e-mail sentidosurbanosop@gmail.com.

Minuto Lumière é a atividade desenvolvida no terceiro encontro da Olhares (im)possíveis




O terceiro encontro da Olhares (im)possíveis com a turma do nono ano da Escola Municipal Monsenhor Castilho João Barbosa foi muito enriquecedor. Demos uma volta no quarteirão da escola para desenvolver o Minuto Lumière - uma atividade que consiste em gravar um plano sequência de um minuto com a câmera estática. As possibilidades de criação são muitas e o acaso é um fator de grande influência no resultado final. A participação dos alunos foi tanta que até a professora Rosângela experimentou participar da proposta. Na semana que vem assistiremos os conteúdos produzidos e falaremos mais sobre o processo. Fique ligado! 





Dia Nacional do Patrimônio Cultural





Hoje é Dia Nacional do Patrimônio Cultural! 
🎊
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e textoDesde 1998, ano do centenário de Rodrigo Melo Franco de Andrade, o dia 17 de agosto é dedicado ao Dia Nacional do Patrimônio Cultural. 

Nascido em Belo Horizonte, o advogado, jornalista, escritor foi primeiro presidente do IphanGovBr.

Rodrigo Melo Franco de Andrade integrou o grupo formado por intelectuais e artistas herdeiros dos ideais da Semana de 1922, quando se tornou o maior responsável pela consolidação jurídica do tema Patrimônio Cultural no Brasil. 
👏
Durante todo o mês de agosto, o Dia do Nacional do Patrimônio Cultural é celebrado com diversas atividades nas capitais e nas cidades do interior do País.
➡️ Confira a programação: https://goo.gl/uuw6Tn 

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Oficina Olhares (Im)possíveis retoma atividades na Escola Municipal Adhalmir Maia

A Oficina Olhares (Im)possíveis retornou com suas atividades na Escola Municipal Professor Adhalmir dos Santos Maia. Os alunos da turma do 5° ano da escola receberam a esquipe do Programa Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania, na manhã da última terça-feira, dia 15 de agosto. Neste encontro, aconteceu uma roda de conversa sobre a primeira etapa da oficina, que ocorreu no primeiro semestre. Os estudantes também participaram de um jogo, onde puderam falar sobre seus sonhos, tanto para o bairro, para a cidade, para a escola, e para eles mesmos. A proposta do jogo reverberará nas próximas ações que vão ocorrer na escola. Fique ligado no blog para saber das próximas ações na escola. Confira nossa galeria de imagens:




sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Oficina "Poéticas e Moradas" inicia atividades na Escola Municipal Dom Velloso



A oficina "Poéticas e Moradas", mais uma ação do programa Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania, iniciou suas atividades na Escola Municipal Dom Velloso. A ação aconteceu em dois dias e contou com a participação da turma A, que recebeu a equipe do Sentidos Urbanos na manhã de quinta-feira, dia 10; e da turma B, que foi contemplada na manhã de sexta-feira, dia 11. Ambas fazem parte da Educação Integral da Escola.

A proposta desta oficina consiste em refletir, através de um olhar poético, sobre as diversas moradas que nos acolhem. Para tanto, propõem-se um diálogo com práticas teatrais, criando assim diversas relações com os espaços onde habitamos.
Os próximos encontros com os alunos da Escola Municipal Dom Velloso acontecem nos dias 17 e 18 de agosto. Continue ligado no blog para saber mais novidades da ação. Confira mais imagens na nossa galeria:

 





quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Olhares (im)possíveis avança na E.M. Monsenhor João Castilho Barbosa

No segundo dia da oficina olhares (im)possíveis na Escola Municipal Monsenhor João Castilho Barbosa, a turma do nono ano construiu o mapa afetivo. A proposta era pensar o caminho da casa até a escola e elencar três ou mais pontos que chamam atenção pelo percurso. Muitas semelhanças e diferenças foram notadas no mapa geral, construído ao final da atividade. O objetivo era iniciar os primeiros pensamentos para a confecção dos cartões postais que serão elaborados nos próximos encontros. A atividade é importante para entender quais são os aspectos da cidade que despertam a atenção desses jovens, além de identificar o que eles carregam como patrimônio da cidade de Ouro Preto.



Os postais têm como mote dar visibilidade para pontos da cidade que não estão inseridos nos roteiros turísticos, mas que fazem parte do cotidiano de quem vivencia a cidade diariamente. Ao final deste encontro, tivemos uma introdução à fotografia e a turma pode conhecer um pouco mais da história da arte de retratar imagens, bem como entrar em contato com a evolução dos recursos fotográficos. O encontro foi muito proveitoso e recebido com carinho pela galera que participou das atividades propostas. Os próximos dias serão de produção e mais trocas. E já sentimos os resultados desta ação que tem sido bem vista pela turma. 







quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Alunos de Artes Cênicas participam do Roteiro Sensorial

O programa Sentidos Urbanos: Patrimônio e Cidadania não para! Na manhã de quarta-feira, 09 de agosto, os alunos da disciplina “Oficina de Criação B”, do curso de Artes Cênicas da UFOP, participaram de um dos nossos tradicionais Roteiros Sensoriais. O itinerário proposto para a turma foi o Roteiro que abrange a Praça Tiradentes até o bairro Antônio Dias. A disciplina é ministrada pelo professor Felipe Cunha, que acompanhou os alunos na atividade. Confira imagens do Roteiro na galeria:



terça-feira, 8 de agosto de 2017

Ação Cultural celebra os 80 anos do Iphan

Há 80 anos a política de preservação do Patrimônio Cultural vem sendo aplicada no Brasil, por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Para incentivar o envolvimento da sociedade civil no desafio de proteger, preservar, valorizar e promover o Patrimônio Cultural Brasileiro, o Iphan lança nesta quinta-feira, 10 de agosto, a ação Eu e o Patrimônio Cultural.
O objetivo é estimular, por meio da fotografia, a relação entre a sociedade civil e suas manifestações, expressões e lugares, além de trazer à tona as mais diversas interpretações que essa conceituação suscita.   As fotografias devem representar e registrar a diversidade do Patrimônio Cultural Brasileiro, destacando seu valor social, histórico ou artístico, atribuído pelas diversas temáticas da preservação do Patrimônio Cultural e o direito à memória. Os participantes poderão registrar sua relação com a cultura brasileira, com fotos de monumentos, edificações, conjuntos urbanos ou históricos, localidades rurais, indígenas ou quilombolas, igrejas, museus, prédios, paisagens culturais, manifestações artísticas e culturais, celebrações, enfim, toda a riqueza da diversidade cultural do país.
As inscrições podem ser realizadas até às 18h do dia 17 de agosto de 2017, de acordo com o horário de Brasília. Os interessados devem ter idade mínima de 15 anos, possuir perfil na rede social Facebook e, obrigatoriamente, curtir a página do Iphan. Cada participante pode participar com, no máximo, duas fotos que devem ser de autoria exclusiva dos mesmos que a enviarem. Estas deverão ser encaminhadas ao e-mail comunicacao.iphan@gmail.com. No corpo do e-mail deve ter as informações básicas e termo de autorização (modelo simples) como constam no regulamento.
As três fotos mais curtidas, além de ganharem destaque no nosso site, também serão premiadas com publicações editadas pelo Iphan.
Confira as regras e participe! https://goo.gl/vjhPCa

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Começou a segunda fase da olhares (im)possíveis

A ação Olhares (im)possíveis iniciou hoje (02) sua segunda fase junto aos estudantes do 9º ano da Escola Municipal Monsenhor João Castilho Barbosa, na Barra, em Ouro Preto. A proposta dessa ação surge em parceria com os alunos do Pibid História, que já desenvolvem um trabalho com a turma. Neste primeiro encontro realizamos um roteiro sensorial pelo bairro Antônio Dias com a intenção de despertar uma observação mais profunda sobre a cidade, explorando os detalhes que cotidianamente são ignorados, mas muito dizem a respeito da história de Ouro Preto. Durante esse mês de agosto nos encontraremos com a turma para a realização da oficina e os resultados das atividades vocês podem conferir aqui pelo blog ou pela página no facebook




Ocorreu um erro neste gadget