sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Lançamento do Caderno Temático nº 05: Educação Patrimonial: políticas, relações de poder e ações afirmativas



A Superintendência do Iphan na Paraíba, por meio da Casa do Patrimônio da Paraíba, apresenta o 5º número da série dos Cadernos Temáticos de Educação Patrimonial.
Intitulado “Educação patrimonial: políticas, relações de poder e ações afirmativas”, o Caderno Temático traz um panorama de reflexões teóricas e relatos de experiências que demonstram a diversidade de ações e pensamentos que estão sendo produzidos em torno do tema, tanto dentro como fora da academia. Além disso, os artigos produzidos indicam como as reflexões têm avançado teoricamente e como as práticas descritas se relacionam com as atuais diretrizes para a educação patrimonial defendidas pelo Iphan e divulgadas na sua publicação “Educação patrimonial: histórico, conceitos e processos”, amplamente disseminada a partir de 2014.
Com a edição de seu quinto número, a série de Cadernos Temáticos de Educação Patrimonial consolida-se como um importante instrumento de referência, em nível nacional, para pesquisas, ações e projetos que envolvam a prática educativa aliada à gestão do patrimônio cultural. Busca, ainda, contribuir e incentivar a produção de conhecimento na área e democratizar o acesso às reflexões e práticas no âmbito da educação patrimonial.
Os campos de conflitos que envolvem a gestão e a apropriação do patrimônio cultural, a transversalidade da educação patrimonial, a participação de diferentes atores sociais na concepção de políticas para área, entre outros, são temas que permeiam esta publicação e que procuram provocar novas reflexões e ajudar a (re)pensar sobre as lacunas ainda inerentes ao campo da educação patrimonial.
O caderno pode ser acessado no blog da Casa do Patrimônio da Paraíba, no seguinte link: http://casadopatrimoniojp.com/?p=1403.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Alfabeto quilombola para baixar.

Estamos divulgamos o Alfabeto Quilombola.

Esse material didático foi realizado pela parceria UFVJM, Comunidade Quilombola Baú e 
Federação N´Golo a fim de substituir o velho alfabeto descontextualizados por um material 
voltado as crianças quilombola.

O Alfabeto Quilombola pode ser utilizado por comunidades quilombolas livremente em escolas
quilombolas e centros de formação.

Gostaríamos da ajuda de todos para que esse material chegue as escolas das comunidades.

Link para download do alfabeto completo:

http://www.mediafire.com/download/bgh8f3j9elgf7f3/Alfabeto-Tel-19-04_%281%29.pdf

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Sentidos Urbanos trabalha a linguagem dos sinos em mais ação com Grupo Rosários


Na última quarta (26) realizamos mais uma ação em parceria com o Grupo Rosários. Desta vez,a atividade teve como perspectivas centrais, o corpo, memória e cidade, tendo como referência a linguagem dos sinos. Para isso, os participantes foram levados a experimentar Ouro Preto através de estímulos sonoros causados pelas badaladas dos sinos. A ação, realizada em cinco momentos, começou na Praça Tiradentes e foi finalizada no adro da Igreja Nossa Senhora do Carmo.
Na primeira ação com o Grupo Rosários, tivemos como referência a Semana Santa e, dessa vez, a linguagem dos sinos norteou a atividade.

Foto: Arthur Medrado

Novo site IPHAN - MINAS GERAIS está no ar.


Está no ar o novo portal da Superintendência Estadual do Iphan em Minas Gerais (Iphan-MG). O maior conteúdo on-line sobre o patrimônio cultural brasileiro acautelado por legislação federal existente em Minas Gerais.

A página conta com informações sobre importantes referências culturais existentes no Estado, como o "Modo Artesanal de Fazer Queijo de Minas", o "Ofício de Sineiros" e o "Toque dos Sinos em Minas Gerais", o "Jongo do Sudeste" e a "Roda e o Ofício dos Mestres de Capoeira" - saberes e formas de expressão registrados como Patrimônio Imateriais do Brasil. Além de notícias, agenda do Iphan-MG e galerias de vídeos e fotos. 




terça-feira, 25 de outubro de 2016

Sentidos Urbanos é destaque em newsletter da Associação Portuguesa de Designers de Iluminação Independentes


A participante do EILD - Encontro Ibero-americano de Lighting Design - 2016, Paula Pinote, relata sua experiência com o Sentidos Urbanos na newsletter da LLD - Associação Portuguesa de Designers de Iluminação Independentes. "Para quem já havia caminhado pela cidade, foi-me proporcionada uma experiência diferente. Um modo de sentir a mesma, abdicando de um sentido de cada vez, por forma a perceber o quanto cada um deles nos pode dar a entender não só o espaço, mas o lugar", escreve. 

O Sentidos Urbanos foi parceiro do EILD, realizado no dia 21 de setembro, em Ouro Preto. Aproximadamente 280 participantes do evento fizeram Roteiros Sensoriais em lugares diferenciados e inusitados da cidade.

Confira o texto completo no link: EILD_2016, de sentidos apurados!

Foto: Thamira Bastos

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Revistas especializadas em arquitetura destacam a parceria do Sentidos Urbanos no EILD

ARCOweb, plataforma que reúne acervo das revistas PROJETOdesign e FINESTRA, ambas publicações de projetos de arquitetura, destacaram a parceria do Sentidos Urbanos durante o Encontro Ibero-americano de Lighting Design (EILD 2016).
Confira a matéria completa no link:

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Alunos do ARO - Formação em Arte, Restauro e Ofícios aprendem a inventariar um espaço

Foi realizada no dia 13 do mês passado, uma ação com os alunos do programa ARO - Formação em Arte, Restauro e Ofícios, da Fundação de Arte de Ouro Preto (FAOP). Durante o encontro, os jovens tiveram uma palestra com a mestranda do Mestrado Profissional em Preservação do Patrimônio Cultural do IPHAN, Bárbara Henriques, sobre inventários participativos. A partir da discussão, eles puderam experimentar como inventariar um espaço, além de conhecer as atividades do Programa Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania.


Ocorreu um erro neste gadget