segunda-feira, 11 de julho de 2011

Diário de bordo – OFICINAS da Curadoria de Patrimônio



Oficina: “As Vilas de Minas na Visão dos Viajantes Naturalistas”.

Oficineiros: Valdir Lamim Guedes Junior e José Costa Junior

Orientadores Envolvidos: Raila Moccelin e Jairo Alna.

Local: Café Vagão do Trem da Vale;


No primeiro dia da Oficina: “As Vilas de Minas na Visão dos Viajantes Naturalistas”, ministrada por Valdir Lamim Guedes Junior e José Costa Junior, houve a apresentação do grupo envolvido e introdução do tema da oficina, ressaltando a importância e o papel dos Viajantes sob os aspectos históricos, antropológicos, filosóficos, geográficos e científicos, bem como o literário.

“Entender sobre os Viajantes Naturalistas possibilita compreender um pouco mais a respeito das características do território e da cultura mineira”.

Importante: Foi informado aos participantes que no próximo encontro todos fossem munidos de água, lanche, calça comprida e calçados fechados confortáveis, para possibilitar uma caminhada agradável a todos os presentes.



Oficina: “Lugar, Palavra”

Oficineiros: Elisa Porto Marques e Nian Pissolati

Local: IPHAN/Casa da Baronesa

Orientadores Envolvidos: Léo Oliveira



Estávamos reunidos nessa manhã na Casa da Baronesa. As memórias foram nosso ponto de partida enquanto a palavra dita pelo outro de olhos fechados nos transportavam a outro espaço. Depois de uma teórica explicação da palavra paisagem, fomos a rua captar material para a continuação da oficina no decorrer da semana. A intenção era ir ao encontro de novas paisagens, histórias, percepções e palavras. Nos dividimos em dois grupos cada qual com seus gravadores e formas de abordagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget