terça-feira, 27 de outubro de 2015

Comunidade ouropretana visita a obra de restauração do Santuário Nossa Senhora da Conceição do Antônio Dias

Desde o dia 19 de setembro até quarta-feira, 21, o programa Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania, mediou cinco visitas à obra do Santuário Nossa Senhora da Conceição do Antônio Dias, popularmente conhecida como igreja matriz do bairro Antônio Dias. Foram três visitas com as turmas do sétimo ano da Escola Estadual Marília de Dirceu, uma visita com a comunidade escolar, incluindo alunos, familiares e professores e uma visita com alunos do programa de educação integral da escola.
             A professora de português Maria das Graças de Melo, a “Filinha”, aproveita a visita dos alunos do sétimo ano para desenvolver atividades em sala de aula. “Essas atividades ajudam os meninos a terem um novo olhar sobre a cidade. Tem aluno que nunca tinha entrado na igreja, e depois da visita falavam: do lado de fora não da pra gente imaginar o tanto de coisa que eles estão mexendo lá dentro. Eu aproveitei essa admiração que eles ficaram e usei o tema para trabalhar redações e poesias”.
            O vice-diretor do Marília, Joel Fernando, acredita que é crucial os alunos conhecerem de perto a “história da igreja, que está de frente para a escola”. “A iniciativa partiu da nossa coordenadora da educação integral, Olga Pena, que já desenvolve alguns trabalhos com o Sentidos Urbanos. Inicialmente, levamos os alunos da educação integral e depois conseguimos ampliar essa ação para que mais alunos participassem”.

            A segurança do trabalho Marli Melo, que também mediou as visitas, conta que surgiram muitas dúvidas dos visitantes e isso foi bom para que eles entendessem o principal ponto do restauro, a preservação. “Com certeza o que mais falado durante as visitas foi a mudança da cor da igreja. Foi importante falar disso para que as pessoas entendam que não foi uma decisão da empresa , houve toda uma discussão envolvendo a paróquia, o IPHAN. Durante o restauro, encontramos vestígios de tinta amarela por baixo da atual tinha, que é vermelha. Por isso a decisão do amarelo, que é a cor da fachada original”.

         Aproximadamente 150 pessoas participaram das cinco visitas mediadas pela equipe do Sentidos Urbanos. A diretoria do escritório técnico do IPHAN de Ouro Preto também tem atuado em outras visitas. Três visitas foram realizadas: junto a arquidiocese de Mariana, com a Câmara Municipal de Ouro Preto e com a associação comunitária do Bairro Antônio Dias. Outras visitas já estão sendo agendadas.

         Confira abaixo trechos da poesia feita pela aluna Verônica Soares, do sétimo ano :
Detalhes feitos por Aleijadinho
Feitos com amor e carinho
Detalhes em cada cantinho,
Todos preparados com jeitinho

Nossa Senhora da Conceição
Mora do meu coração,
Ela protege a igreja
Que meu povo louva e festeja

Lá acontece muitos casamentos,
Batizados e outros eventos.
Igreja de realizações
E que causa muitas emoções.
Crédito: Programa Sentidos Urbanos
As fotos das visitas estão disponíveis em nossa página no facebook, confira! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget