segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Confira alguns registros das oficinas ministradas pelos mediadores do Programa Sentidos Urbanos durante o FHIST:


Entre os dias 8 e 11 de outubro a equipe do Programa Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania esteve em Diamantina ministrando três oficinas durante o 3º Festival de História: diálogos oceânicos, FHIST.
A partir dos temas “A memória que o olho guarda: territórios e paisagens desenhadas na cidade, no papel e no corpo”, “História e Fotografia” e “Que lugar é esse? Memória, patrimônio e sentidos”, os participantes das oficinas foram instigados a refletirem sobre os conceitos de memória, patrimônio e sentidos e desenvolverem, em cada oficina, um produto final.
Durante os quatro dias, os participantes, experimentaram exercícios lúdicos, sensoriais, jogos com o corpo,  trocas de histórias e experiências, mapeamento e registro da cidade a partir dos pontos do afeto e outras dinâmicas mediadas pelos oficineiros.
Foram apresentados no último dia um ensaio fotográfico coletivo, projetado na tenda do festival; uma intervenção poética com a comunidade, realizada na Praça do Mercado Velho e um intervenção com cartazes espalhados pelo centro histórico da cidade.

            Veja algumas fotos:






























Créditos: Programa Sentidos urbanos: patrimônio e cidadania

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget