quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Olhares (Im)possíveis se prepara para encerrar as atividades de 2017 na E. M. Professor Adhalmir Santos Maia

Em um dicionário encontramos as definições precisa para as palavras que nos rodeiam. Sonhos: "conjunto de imagens, de pensamentos ou de fantasias que se apresentam à mente durante o sono" - assim diz o verbete. No entanto, dentro da gente encontramos as palavras que definem nossa relação com as palavras que nos rodeiam. "Sonho" pode ser um desejo, um objetivo. "Família" pode ser amor, e assim por diante,vamos acrescentando às definições aquilo que de fato carregamos pelas palavras que escolhemos usar: sentimentos. 



Essa é a proposta do "abcdário"¹, atividade desenvolvida no encontro do dia 21/11 na Escola Municipal Professor Adhalmir Santos Maia. Consiste em pedir uma definição imediata a algumas palavras escolhidas. Palavras que estão presentes desde os primeiros dias de oficina. Palavras que foram trabalhadas em seu aspecto verbal e não verbal. Dessa proposta, inúmeras definições surgem, sem margem pro certo ou errado, apenas para as possibilidades. A atividade contou, inclusive, com a participação da professora Vicentina, uma pessoa que nos acompanha desde o início e não poderia estar de fora nesse momento. Esse trabalho vem complementar a atividade de colagem que estava em desenvolvimento. No dia 14/11 a turminha do 5ª ano editou o material de colagens que fizeram. Trabalhando os sonhos, o material passou pelo processo de confecção, digitalização e edição. Tudo pelas mãos sonhadoras dessas crianças. O próximo passo é expor esse resultado na escola, como uma intervenção urbana. Esse é um trabalho carregado de signos e significados, que se completam com as definições cheias de sentimentos que eles aplicam às palavras que experimentamos durante o processo da oficina. 

¹ inspirado no programa Cinema para Aprender e Desaprender (Cinead) da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário